O que vem e de onde vem…

fevereiro 8, 2018 - Por Gabriela Sousa Leão

Em alguns gestos naturais percebia uma continuidade, já tinha visto isso antes, a pausa era tão rápida que não levava a um pensamento muito profundo, era como um piscar de olhos, acontece sempre. Não é comum observar seu acontecimento. Mas, vamos voltar lá no começo, o gesto.

Esse daí tem muita historia para contar, são velhos casos lembrados no movimento das mãos, nas expressões do rosto, no apertar dos lábios, no caminhar apressado. Em todos eles está escrito os anos passados com minha família, são letras desenhadas na convivência com o outro. A conversa na cozinha, a refeição ao redor da mesa, na reunião para oração noturna, nos passeios de mãos dadas com minha mãe, na conversa com meu avô, no banho de mar com os primos.

Quanta memória construída e gravada aqui, no meu rosto e no meu corpo. São os rabiscos do que vivemos que preenchem as linhas que anunciamos no presente. Registro guardado e revisto nas novas conversas, nas novas vivencias e nos novos cenários.

São marcas de família, como porta retrato antigo é uma imagem que se traduz melhor sob o olhar dos que vivenciaram um mesmo lugar, uma mesma trajetória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da nossa confraria e desfrute de uma vida mais saudável

Preencha os campos abaixo e começe agora mesmo essa mudança.

Ícone Confraria Trocas Saudáveis

Confraria na sua casa

Saber Mais
Ícone Confraria Trocas Saudáveis

Confraria na sua Empresa

Saber Mais